Olá, me chamo Arthu, tenho 19 anos. Venho para compartilhar um dos melhores dias da minha vida, quando conhece o Adriano. Nos conhecemos pela internet, ele de Salvador e eu de São Paulo. Nós até hoje não sabemos quem adicionou quem. Num certo dia vê em meu MSN ele, não sabia quem era fui perguntar. Ficamos íntimos, ele nunca teve relação com nenhum homem, nem eu. Até que resolvemos nos conhecer. Neste ano (2010) Fui para Salvador curte o carnaval, pois ele havia me convidado. Chegando ao Aeroporto ele esta no portão de desembarque me esperando, lindo (foi emocionante).
Nos cumprimentamos, era incrível como nós nos entendemos tão bem. Ele me levou para sua casa. Nós dois sem jeito, até que ele me amostrou o quarto onde ficaria. Eu decepcionado, falei:
Imaginei que ficaríamos no mesmo quarto.
Ele ficou totalmente sem jeito e vermelho, me respondeu:
Eu fiquei com medo de tomar iniciativa, não sabia como iria reagir.
Eu já queimando de prazer, por aquele homem musculoso, tomei iniciativa eu pulei encima dele. Nossa que beijo quente, nossa língua bailavam, ele me beijava com muita fome, apertava minha bunda com muito gosto, virei de costas e comecei a esfregar minha bundinha naquele pau, que estava duro como uma rocha querendo rasgar a calça. Ele passava a língua por traz da minha orelha, que me deixava arrepiado, eu virei nos beijamos e comecei a tirar sua roupa, nossa que peitoral, que barriga, desse minha língua em seu corpo até chegar a seu pau, quando pôs pra foro, nossa era enorme 21 cm, eu fiquei assustado mais cair de boca, chupei as bolas dele fazendo urrar de prazer, ele segurou em meu cabelo e empurrou minha boca até o talo, fique sufocado com aquele enorme pau todo em minha boca, quando tirou respirei fundo para continuar chupando. Ele me levantou e tirou minha roupa, jogou-me na cama e fizemos um delicioso 69, enquanto ele chupava o meu pau ao mesmo tempo enfiava o dedo em meu cuzinho que já estava piscando. Ele levantou e me disse:
Você vai deixar comer seu cuzinho virgem?
Eu fiquei nervoso, e responde:
Eu não vou aguentar, vai doer muito.
Ele me puxou e me disse no ouvido:
Eu faço com carinho, a dor é passageira.
Ele me pós de quatro e passou a língua em meu cuzinho, deixando-o todo lambuzado, começou enfiando um dedo, depois 2, 3. Até q começou a pincelar seu pau na porta do meu cuzinho, eu fiquei tenso. Ele começou a penetra, quando colocou a cabeça, nossa sentir um ardo horrível, e pedir pra ele parar mais ele não escutou, eu tentei sair, ele me segurou pela cintura. E foi penetrando até chegar o talo, nossa o ardo era horrível, ele começou num vai e vem. Eu suplicava “Adriano, eu não vou aguentar”. Ele totalmente possuído pelo prazer respondia “Vai passar”, A dor foi aliviando até que comecei a gostar e já o provocava para que ele metesse com mais força.
Mete meu macho, arromba o cu da sua putinha.
Quanto mais eu falava mais ele metia.
Sua puta safada, vou arrombar com seu cu.
Ele dava tapas em minha bunda, deixando o sexo mais prazeroso. Eu sentir aquele pau cresceu dentro de mim quando ele anunciou que iria gozar, eu respondi:
Me dar leitinho na boca, meu macho.
Ele tirou o pau rapidamente, e quando eu abri a boca veio um jato de porra em minha boca, nossa foi tanta que engolir um pouco. Ele me pediu pra sentar em seu pau. Ele sentou na cama, e eu sentei no seu pau de costa pra ele, enquanto eu cavalgava encima dele, ele me masturbava, o que deixava o sexo mais prazeroso. Ele passava a língua nas minhas costa, eu perguntava:
Tá gostando?
Senta gostoso no seu macho, quero fuder com seu cuzinho.
Eu não resisti e gozei na mão do Adriano, ele esfregou minha porra pelo meu corpo, colocou seu dedo em minha boca e eu chupei todinho. Ele me, pois deitado na cama e fizemos um delicioso frango assado. Geme muito, enquanto ele urrava de prazer, ele segurou em minhas pernas e socava cada vez mais forte, tirando e colocando seu pau. Até que novamente ele anunciou que iria gozar, e jorrou sua porra dentro do meu cuzinho, ele ficou olhando sua porra saindo do meu cuzinho, lambeu meu cu, totalmente arrombador pelo meu macho, e nos beijamos lambuzados de porra.
Esse foi a trepada mais prazerosa que tive até hoje.

PRIMEIRA VEZ COM O MACHO BAIANO 1


C e n t r a l · Boys | SP

boyscentral@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × um =