Meu nome é Ricardo, tenho 24 anos, sou personal trainer, 1,80m, 86 kg, moreno claro e corpo musculoso, participo de campeonatos de fisiculturismo desde os 20 anos, você se espantaria ao saber quantos fisiculturistas metidos a machão são gays. No meu caso sou bi e somente ativo.
Estava eu, na academia em que dou aulas e era um dia muito quente, o dono da academia viajou para um congresso e me deixou tomando conta. Meu aluno David chegou, com uma camiseta larga e um calção igualmente grande, e me procurou.
Professor, você disse que me ajudaria em alguns aparelhos.
Claro, mas primeiro umas abdominais.
Ele se deitou e começou a fazê-las, só que de modo errado. Eu agachei e fui mostrar como deveria ser. Quando toquei eu sua barriga, vi que era incrivelmente dura. Olhei para ele meio espantado.
Mas você estava fazendo os exercícios errados, como? Como… Mostra esse seu abdômen para mim!
Ele levantou a camiseta e o que eu vi, começou a me excitar, uma barriga toda musculosa, um peitoral saltado, que com a camiseta grossa, quase um moletom, não se notava.
Mas cara, você tem um corpo muito (pensei em “tramável” ou gostoso, mas falei…) sarado, todo duro, olha!
Apertei seus músculos meio suados e peludinhos (na medida).
Você nem sabe como estou duro…
Eu olhei meio espantado para ele.
O Eduardo me contou como sua aula é boa…
(Eduardo foi o ultimo colega de malhação que eu havia “pegado”)
Olhei para o relógio e resolvi arriscar.
Me espera um pouco, daqui a 10 minutos eu vou fechar a academia.
Os intermináveis 10 minutos passaram, eu fechei as portas, janelas e respirei fundo. Procurei pelo David, mas não o achava, chamei por ele e ele disse que estava no vestiário.
Quando abri a porta ele estava com 16 cm de rola nas mãos, se masturbando. Me chamou e pediu para tirar minha roupa. Eu tirei a regata e ele se aproximou, começou a lamber e beijar cada gomo do meu abdômen chegou ao meu peitoral, começou apertá-lo e dar mordidas, aquilo me excitava ainda mais, e meu pau já estava duro como uma barra de ferro.
Tirei a camiseta do David, o que já queria ter feito há tempos, e vi seu corpo magro, mas super definido, ele me agarrou com força, e começou a esfregar-se em mim, de um lado para outro, fazendo nossas rolas se encontrarem. Não aguentei, segurei seus braços e o coloquei contra a parede
Quer ser minha putinha? – perguntei a ele.
Ele não respondeu com palavras, soltou um dos braços, agarrou minha bunda e me puxou na direção do seu cuzinho. Eu coloquei a cabeça e logo meti todo o resto, mais ou menos 21 cm e grosso. Coloquei devagar e manti o ritmo. David olhou para mim e me provocou.
Esta com medinho de machucar a rolinha?
Aquilo me deu uma espécie de tesão, misturado ao desejo de fazer ele perder aquela carinha de deboche, então comecei a bombar, suavamos cada vez mais, e ele soltava gritos de dor, eu também fazia o mesmo, e comecei a masturbá-lo. O comia e o masturbava, ele gemia muito e gozou, nunca havia visto tanto leite de uma pessoa só, após ver o prazer que passava pelo seu corpo também gozei, enchi seu cuzinho com tudo que estava dentro de mim.
Após ficarmos lambuzados o puxei para o chuveiro, lá começamos novamente, e ele tentou me forçar a chupá-lo, mas eu mostrei que era mais forte, abaixei-o e fiz ele me chupar, e enquanto ele fazia eu lhe falava:
Chupa, faz bem gostoso, isso só você vai fazer, por que eu não ponho minha boca nem meu cuzinho em pau de macho, no máximo uma punhetinha, mas tenho que estar muito excitado…
Parei de falar por que o que ele fazia me deixou com tanto tesão, que comecei a gozar e minhas pernas ficaram frouxas, então gozei os azulejos do banheiro, me abaixei e começamos a nos beijar, ficamos lá das 10 da noite até às 3 da manhã… De lá fomos para um motel e aí a noite rolou… Por estes dias encontramo-nos eu, David e Eduardo. Que loucura, comi os dois, Eduardo com aquele peitoral peludo, suado e dando para David e eu chegando junto no cuzinho dos dois… Mas isto é outra história…

MEU ALUNO DE ACADEMIA 1


C e n t r a l · Boys | SP

boyscentral@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três × 2 =